O GOLPE DO BOLETO FALSO ESTÁ MAIS PRESENTE, ENTÃO... 


Sempre que for pagar um boleto, siga as seguintes dicas: 

DICA 1:

Verifique se os primeiros dígitos do código de pagamento coincidem com o código do banco que aparece sendo o emissor do boleto. Um boleto do Banco Cetelem por exemplo, sempre começará com 739, do banco Bradesco com 237, Santander com 033. Os números bancários podem ser checados no site da Febraban

COMO DEVE APARECER:

COMO NÃO DEVE APARECER:

HÇHHK~


J

DICA 2:

Confira se o beneficiário e o CNPJ são do banco ou instituição financeira. 

*BENEFICIÁRIO E CNPJ DO BANCO CORRETOS*

H


GG

DICA 3:

 Confira se os últimos dígitos do código de barras correspondem ao valor a ser pago. 

a


a

DICA 4:

Veja se o email é corporativo, não pode ser GMAIL, HOTMAIL, OUTLOOK, YAHOO, como no exemplo abaixo. 

A


A

DICA 5:

Veja se é possível fazer a leitura do código de barras. Em geral, boletos com linha digitável adulterada não trazem código de barras compatível e precisam forçar a vítima a digitar a sequência manualmente para completar o golpe.  

CÓDIGO DE BARRAS DE UM BOLETO FALSO 

A


A

DICA 6:

quando for pagar o boleto de um Banco, o favorecido deve ser o Banco.

a


W



Na maioria das vezes, os criminosos enviam o boleto falso por vias alternativas, como SMS ou WHATSAPP. Por isso, é importante ficar atento ao receber o documento por esses meios. 


 Entre em contato com um de nossos consultores para confirmar a veracidade do boleto.